O craque brasileiro Neymar, do PSG, alegou que o Barcelona, seu antigo clube, devia a ele 43,6 milhões de euros (aproximadamente R$ 263 milhões) em bônus, mas agora o jogo virou e ele deve devolver dinheiro para o time espanhol.

Neymar foi condenado a pagar 6,7 milhões de euros (pouco mais de R$ 40 milhões) ao seu ex-clube Barcelona, depois que um juiz decidiu a favor do time da La Liga em meio a uma disputa de bônus entre clube e jogador.

Uma declaração no site do clube dizia: “O FC Barcelona congratula-se com a decisão proferida hoje pelo Tribunal Social 15 de Barcelona, em conexão com processos judiciais entre o clube e o jogador Neymar Júnior ao reivindicar uma compensação pelo bônus assinado em sua última renovação de contrato.

O julgamento rejeita a reivindicação do jogador na sua totalidade, que exigiu o pagamento de 43,6 milhões de euros, e estima uma grande parte da reivindicação apresentada pelo FC Barcelona, sob a qual o jogador deve devolver ao clube 6,7 milhões de euros“.

A estrela do PSG ainda pode apelar contra decisão do juiz.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui